Conheça o “Yoga da Raiva” | Crack com Lasanha

Conheça o “Yoga da Raiva”

Na categoria: Artigos ás 14:29

Você é esquentadinho, grita com as pessoas, fala o que não deveria e arruma briga por qualquer coisa? Então conheça o ‘Yoga Rage’, um novo exercício zen e pouco convencional que vem sendo feito em  Calgary, no Canadá, graças a instrutora de yoga Lindsay Istace. Durante suas aulas, ela combina as clássicas posições da yoga com palavrões, gestos ofensivos e cerveja, basicamente você teria o mesmo resultado se colocasse alguns piratas e pedreiros para jogarem Twister.

“Em vez de fazer o namastê (no final da aula), gritamos um ‘f*ck yeah!'”, disse Istace. “É muito legal ver uma sala inteira de pessoas que giram um ao outro dizendo” F*ck yeah, f*ck yeah’.” Imagina como essa instrutora iria ficar feliz se escutasse o funk brasileiro.

Algumas pessoas acham que isso é uma falta de respeito com o yoga, mas Istace afirma que é realmente terapêutico. Ela disse que teve a ideia durante um processo de separação. Ela começou a xingar e gritar durante sua prática de yoga, e que a ajudou a superar seus problemas com vícios e raiva. Vamos agradecer pelo hobby dela ser yoga e não palhaça de festa infantil.

rage-yoga-1-600x450

“Eu tenho muita personalidade”, disse ela, falando ao CBC News. “Quando eu comecei a ir as aulas de yoga, eu senti que não me encaixava. Há uma abordagem muito inexpressiva, excessivamente serena para as coisas. E isso não me representa”.

“Eu queria criar uma prática que me sentisse confortável, e eu sabia que não estava sozinha. Quando você cria um espaço para si pra ficar com raiva, gritar e praguejar, é difícil se levar tão a sério. Assim você vai da raiva ao riso muito rapidamente”, acrescentou.

rage-yoga2-600x455

Então ela achou essa prática tão útil que decidiu mostrar para todo mundo. As aulas acontecem de segunda e quarta-feira a noite, no Dickens Pub desde janeiro, como uma variação do convencional yoga sério. E seus alunos acham que os $12 (com direito a desconto nas cervejas do pub) por mês estão sendo muito bem gastos.

“Acho que a atmosfera da classe é muito mais descontraída”, disse Colleen Trumble, um aluno de Istace. “Se você cair ou oscilar, você pode rir. Você não sente que está perturbando a ‘tranquilidade’ da classe. Com aulas de Lindsay, as poses são muito mais fáceis de fazer”, até porque levantar o dedo do meio não me parece tão difícil.

rage-yoga3-1-600x435

Mas Istace admite que o Yoga da Raiva não é para todos. “Alguns professores de yoga não acham que seja uma abordagem adequada”, disse ela, rindo. “Eles não acham que isso realmente ajude. E isso é bom. Todo mundo tem direito à sua própria opinião”.

“O que eu quero fazer com isso é usá-lo como uma ponte para o yoga tradicional: levar as pessoas intimidadas e desconfortáveis para um outro nível, com uma classe que os entende”.

Via.

 

O que achou dessa nova técnica? Deixe seu comentário!

Jhonatan Marques
comentários
Deixe um comentário
Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá!
Lembre-se que comentário é de inteira responsabilidade do autor.