Francês processa empresa porque seu trabalho era entediante demais | Crack com Lasanha

Francês processa empresa porque seu trabalho era entediante demais

Na categoria: Notícias ás 15:03

professor

Um francês decidiu abrir um processo contra o seu antigo empregador, alegando que seu trabalho era entediante demais, o que o teria levado a sofrer graves problemas de saúde e emocionais, o que nos leva a crer que nossos deputados e os médicos do SUS estão em risco de morte e com um grande retardo mental, porque ninguém trabalha menos que eles.

Na ação o francês pede o equivalente a 360 mil euros em indenização, cerca de R$ 1,4 milhão. Para você ter uma ideia, dá pra comprar 3 pacotes de Doritos e ainda sobra.

Fréderic Desnard, de 44 anos, trabalhou na empresa de perfumes Interparfuns entre 2010 e 2014 e foi demitido há 18 meses. Se trabalhasse na Jequiti ele não precisaria processar a empresa para ganhar um milhão.

Assim como o Didi, ele alega ter sido colocado “na geladeira”, e que o trabalho maçante o levou a ficar entediado ao nível da exaustão, tipo quando você acorda meio cansado.

Segundo o seu advogado, Montasser Charni, o estresse provocado pelo “não-trabalho” levou o seu cliente a sofrer um ataque epilético enquanto dirigia, e eu sinceramente não sei o que comentar sobre essa desculpa, mas se funcionar me avise para eu usar na próxima vez que eu bater o carro do meu tio.

Ele ficou 7 meses afastado do emprego, de licença, até que foi demitido em 2014 por ausência prolongada.

O cargo oficial de Desnard era “diretor de serviços gerais”, mas segundo o seu advogado, o francês era pago para não fazer nada. Desnard afirma que seus superiores o chamavam de “o menino”, e pediam para que ele fizesse tarefas pessoais como buscar filhos em aulas de esportes, ou seja, ele era o famoso “Seu Zé da portaria”.

A empresa se pronunciou dizendo: “Ele já não estava tão motivado depois de vários anos e, apesar de nossas tentativas de lhe dar tarefas, ele estava ausente há seis meses (…) É por isso que ele foi demitido em 2014”, disse à CNN o diretor de comunicação Cyril Levy-Pey.

Só sei que se a moda de processar trabalho por causar tédio pegar por aqui, não vai mais existir telemarketing.

 

Via G1

Burrito Mutante
comentários
Deixe um comentário
Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá!
Lembre-se que comentário é de inteira responsabilidade do autor.